Conecte-se com

Bonecos gigantes invadem as ruas de Santa Maria da Vitória

Arte e Cultura

Bonecos gigantes invadem as ruas de Santa Maria da Vitória

No primeiro ato do carnaval popular 2017, os bonecos gigantes ocuparam as ruas da cidade levando alegria e diversão para o povo

Depois de São Félix do Coribe foi a vez de Santa Maria da Vitória receber os bonecos gigantes acompanhados de grande público.

O último sábado, dia 18 de fevereiro, as ruas de Santa Maria da Vitória foram tomadas com muita alegria e diversão com o mais genuíno sentimento de carnaval popular. A chegada dos bonecos gigantes promoveu, de forma antecipada, a festa de rua com animação feita pela Orquestra Popular do Vale do Corrente (OPVAC), que já realiza o famoso Zé Pereira há mais de 13 anos.

Foto: Rosa Tunes

As pessoas da cidade e visitantes ocuparam as ruas em uma grande festa, que era para ser somente o encerramento de um projeto, ganhou destaque com a efervescência digna de um grande carnaval. Famílias inteiras participaram, mas a atenção maior ficou voltada para as crianças que acompanharam encantadas e interagiram com os bonecos.

Foto: Rosa Tunes

A animação começou em frente ao estádio Turibão e desceu a rua Teixeira de Freitas em direção à OCA (Oficina Cultural de Artes), onde a festa continuou com o carnaval cultural “O grito”, realizado pelo segundo ano consecutivo.

Sobre o projeto

O projeto “Bonecos gigantes invadindo o Oeste” é uma realização do Gueto Poético – Núcleo de Bonecos Gigantes da Casa dos Bonecos de Salvador contemplado pelo Fundo de Cultura da Bahia visando ação em todo o Oeste Baiano. Hemerson Pachamama, produtor local, avaliou o evento como sendo “uma experiência inovadora que irá contribuir mais ainda com nossas produções artísticas. Ideias como essa são simplesmente especiais”, afirmou.

Embora seja uma prática muito presente em carnavais de outras regiões do nordeste, Pernambuco por exemplo, os bonecos já estão na Bahia há mais de três décadas e fazem parte do Carnaval de Salvador. Essa foi a primeira vez em que grupos e artistas do Oeste Baiano tiveram contato direto com esse tipo de produção cultural. E tudo indica que eles gostaram da estadia e chegaram para ficar.

O evento segue rota deixando bonequeiros formados tanto em Santa Maria da Vitória, São Félix do Coribe e cidades vizinhas.

Continuar lendo
Redação

Matérias produzidas pela redação do Matutar Notícias - Portal de conteúdo sobre cidadania e notícias das região da Bacia do Rio Corrente, na região Oeste da Bahia.

Bora Matutar? Deixe seu comentário

Mais notícias sobre Arte e Cultura

Topo