Conecte-se com

Por que a passarela de Santa Maria da Vitória está no escuro?

Cidadania

Por que a passarela de Santa Maria da Vitória está no escuro?

Após estudantes da UFOB realizarem uma manifestação inteligente na passarela, nós fomos atrás para saber o que de fato está acontecendo com as luzes de LED.

Se a iluminação não vem das lâmpadas LED controladas por computador, ela é provida de velas e lanternas de celulares. Foi assim, na noite da sexta-feira, dia 15 de abril, em Santa Maria da Vitória (BA). Estudantes da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) realizaram um protesto inteligente para cobrar da prefeitura a manutenção da iluminação da passarela que liga o centro da cidade até a praça do Forró em São Félix do Coribe.

Estudantes acenderam velas em protesto à escuridão da passarela.

Segundo as pessoas que participaram da manifestação, vários assaltos e agressões têm sido cometidos no local por conta da escuridão do lado de Santa Maria da Vitória. As luzes do lado de Santa Maria estão apagadas desde dezembro do ano passado.

O contrato não foi renovado com a empresa Construnery que prestava o serviço. Até então não havia registrado nenhum problema na iluminação. Não há informações dos motivos que levaram à rescisão do contrato.

Em nota enviada na manhã desta terça-feira (19), a Assessoria de Comunicação da Prefeitura informou que tentou contato com empresa responsável pela implementação do sistema, mas a firma deixou atuar na área. Aliado a isso está a dificuldade de encontrar um profissional capacitado para resolver o problemas do sistema de LED. “A fiação, as lâmpadas e o equipamento utilizado para eventuais reparos, ali, são específicos e o conserto somente pode ser feito por profissional técnico habilitado e com o uso dos dispositivos de segurança que a operação exige”, explicou.

matutar-passarela-santa-maria-vitoria-escuridao-protesto3-ufob

A foto foi tirada na segunda-feira, dia 19 de abril.

No mesmo documento, o governo municipal informou que adotou todas as providências e o problema foi resolvido. “Um técnico com experiência em conserto e no manuseio do referido equipamento, esteve no local e analisou a avaria. Comunicamos que a passarela já voltou a funcionar com a sua iluminação completamente restabelecida.”

Desde que foi inaugurada, a responsabilidade de manutenção da passarela é das prefeituras de São Félix do Coribe e Santa Maria da Vitória. Cada uma cuida do seu lado. A parte de São Félix sempre funcionou perfeitamente, somente as luzes de Santa Maria estão apagadas.

Por que? Fui atrás dessas informações e trago para você em primeira mão, de forma detalhada como mais um exercício de cidadania prestado pelo Matutar.

Vamos aos números

O último pagamento de manutenção do sistema de LED da passarela sob responsabilidade da Prefeitura de Santa Maria da Vitória foi pago no dia 11 de dezembro de 2015, no valor de R$ 788,00 – referente ao mês de novembro. Desde 2011, segundo dados do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM), foram gastos R$ 28.978,00 para manter a iluminação da passarela. Confira o gráfico abaixo:

matutar-contratos-prefeitura-passarela-santa-maria-da-vitoria

Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM/BA) – pesquisa em 18 de abril de 2016

As informações podem ser chegadas por você, aqui no link: http://goo.gl/oqNo4n

Sobre a passarela

A passarela foi inaugurada em 27 de fevereiro de 2010 em um grande ato político. O evento contou com a presença do então governador Jaques Wagner, secretário estadual de infraestrutura, João Leão; 21 prefeitos e várias lideranças políticas do estado e da região oeste.

Com 109 metros de cumprimento, 460 toneladas e uma estrutura para dar inveja a muitas cidades grandes do Brasil, a obra custou R$ 7 milhões, sendo R$ 415 mil do Estado da Bahia e o restante do Ministério das Cidades. O sistema de iluminação foi projetado e executado pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia. A construção foi executada pela Pampulha Engenharia com a supervisão do 4º Batalhão de Engenharia de Construção em Barreiras.

Vamos relembrar o que Jaques Wagner disse sobre no dia da inauguração da passarela, lá no inicio de 2010. “A passarela, além de ter muita utilidade, é linda; eu nunca vi uma tão bonita em toda a Bahia”, comemorou o governador.

A passarela era um sonho antigo da população e foi maximizado por João Leão. “A obra é um cartão postal e vai incluir Santa Maria da Vitória e São Félix do Coribe no roteiro turístico da Bahia”, afirmou o deputado federal na época e hoje vice-governador da Bahia.

O fato é que desde dezembro do ano passado, o esplendor da passarela está no escuro e deixou de brilhar por conta da escuridão pela falta de manutenção das luzes de LED.

Fotos: Rosa Tunes

Continuar lendo

Jornalista, santa-mariense e idealizador do Matutar com objetivo de debater assuntos que possam promover mudanças sociais na região da Bacia do Corrente. Idealista por natureza, curioso pela força da profissão e dono de um olhar sensível aos problemas sociais. Maurizan tem uma mente inquieta e está sempre a procura de novas historias para conhecer e contar.

Bora Matutar? Deixe seu comentário

Mais notícias sobre Cidadania

Topo